segunda-feira, 31 de agosto de 2009

...e quem paga o pato, ou melhor, o piso?

Foi tudo mal feito!
À época era vereador. Claro, por dever de ofício fiscalizava tudo o que envolvia a Administração Pública Municipal e seus atos.
Quando soube da pretensão do prefeito em trocar todo o piso do centro da cidade, fiquei por demais atento. Tanto pelas vultosas quantias que seriam despendidas dos cofres públicos, quanto pela substancial alteração na paisagem urbana que tal ação proporcionaria.
Depois de buscar as informações, passei às críticas.
Primeiro passou-se por cima da lei que instituiu um “piso padrão” para a região central da cidade. Se a intenção era mudar o padrão, que se mudasse a lei, portanto! Mas, preferiu-se passar por cima da lei.
Depois o custo. Milhões de reais para se retirar o piso antigo, adquirir o novo e, depois, implantá-lo. Ao mesmo tempo, a cidade carecendo de investimentos em áreas sociais básicas, mas...a ação era classificada de ato discricionário do prefeito – o prefeito tem o poder de decidir sozinho. E como sempre, se ele queria, ele fazia.
Por último, a crítica pelo fato de ser um piso inadequado para os fins a que se destinava – obviamente escorregadio, principalmente ao ser molhado.
Passados os anos e centenas ou milhares de tombos com maior ou menor gravidade, a prefeitura, através de outra administração, resolveu agora trocar o piso.
Vai tirar este, comprar outro e implantá-lo.
Vamos pensar. Houve o custo da remoção do piso antigo, da compra do novo - inclusive com estoque para reposição-, e o custo de sua colocação; agora, a compra de outro, a retirada do atual e a colocação do “novíssimo”. Quanto custa tudo isso? Quem paga tudo isso?
A pergunta que se faz é a seguinte: quem paga por tal ineficiência administrativa?

5 comentários:

Marcio disse...

Quem paga? O Povo!! Ônus da democracia...nós que não temos nada a ver com a eleição dessas pessoas..pagamos tb!! Está na hora do sorocabano acordar...e fazer valer o que julgo principal principio do estado democrático de direito...a alternância de poder!!30...40 anos para um mesmo grupo dominando..é um exagero...nem a mais longa ditadura..durou tanto!!

Marcos disse...

Quem paga a conta, é também aquele que nas próximas eleições, tem o poder de identificar os atores deste triste espetáculo e com seu voto, fechar as cortinas para eles.

PS:Digo sobre Marina Silva, que a sorte dela , é também a sorte do povo brasileiro.

Marcos Anchieta

Marcio disse...

Esperar o que? Aqui alteram-se os nomes, mas o grupo sempre é o mesmo!! Uma espécie de ditadura disfarçada através do voto!! Democracia sem alternância de poder não é democracia completa!!

Rodrigo Hogera disse...

Eu pago o piso, você paga o piso Gabriel, nossos familiares, amigos e vizinhos, todos pagamos, pagamos e, mais uma vez, pagamos. Parece piada esse negócio do piso de Sorocaba, penso até que seria quase mais viável asfaltar todos os locais aonde se encontram os pisos, não é mesmo?! Como diria Boris Casory "Isso é uma vergonha".

L. Archilla disse...

Esses dias uma amiga escorregou em Tatuí, durante uma chuva. Ela riu e disse que vive caindo. Eu falei pra ela ficar longe de Sorocaba.

Mas, falando sério agora, vc esqueceu de contabilizar os processos que a prefeitura sofreu nesses anos por idosos que caíram e tiveram fraturas sérias... vira e mexe a Tv Tem noticiava. Se pelo menos eles tivessem trocado pela 2a vez rapidamente, assim que viram que fizeram besteira, economizariam um bom dinheiro nessa parte judicial... ou não?

Aliás, não sei vc ficou a par, mas em meados de 2007, o Lippi tava com uma história de passar um produto no piso para deixá-lo mais abrasivo, e tal. Fizeram teste lá no paço e tudo. No que será que deu?